Pular para o conteúdo principal

A Importância dos Sonhos


Kekule von Stradoniz

Kekulé era um estudioso de química orgânica. Quebrou a cabeça durante muito tempo, tentando combinar seis átomos de carbono com seis átomos de hidrogênio, numa fórmula que explicasse de forma satisfatória as propriedades especiais que esses átomos tinham na molécula do benzeno. Depois de muito pensar e estudar e fazer proposições, sentou-se em uma poltrona e tirou uma soneca à frente da lareira. Ao acordar, lembrou-se de um sonho estranho que tivera: uma cobra mordendo a própria cauda! Imediatamente, associou a forma cíclica dessa visão com o arranjo de átomos que pesquisava. E chegou à fórmula espacial do benzeno. Com essa descoberta, abriu-se um campo enorme para a síntese de novos produtos. Grande parte dos remédios produzidos pela indústria farmacêutica têm como ponto de partida o benzeno.

Temos aí três pontos a considerar:

Kekulé não apenas sonhou com uma fórmula pronta. Ele lembrou-se do sonho, deu ouvidos ao sonho e soube interpretar o sonho, vendo nele a solução para o problema que vinha ruminando havia muito tempo.

Conclusão:O Sonho




Na escuridão da sala do microscópio confocal o pos-doc dizia ao seu estudante: Em biologia celular temos que dar asas à nossa imaginação. Eu, que era o estudante deste episódio, pensei então no sonho de Kekulé, com cobras mordendo a própria cauda. Pensei que talvez não fosse do meu feitio estar sujeito a tão poucos critérios racionais no trabalho de experimentação. Mas de sonhar poucos escapam. Nem sequer os que pelos mundos da matéria viajam consumidos em concentração, num esforço prolongado de entender ou descobrir. Sonham os matemáticos com números e os físicos com partículas sub-atómicas. E esses sonhos, diz-se, inspiraram-nos quando, já acordados, partiram para o real. A ciência e o sonho, pois. Ou a ciência do sonho. Existirá? Sim. Ramificações do estudo do sono, alguns laboratórios acabam com nomes que resumem afinal a vida laboral de todos os cientistas, como o dito de sonho e pesadelo, no hospital do Sacré Cœur, em Montréal. Por outro lado, no Departamento de Neurologia do Hospital-Universidade de Berna foi recentemente descrito o caso de uma mulher idosa que perdeu a capacidade de sonhar após um acidente vascular cerebral. A lesão parece não só restrita a uma região bem definida mas também independente de certas manifestações neuropsicológicas que se pensava estarem associadas à falta de sonhos. Será este o centro tão procurando de onde emanam as imagens do nosso sono? Se é certo o que postulou Freud, os humanos encontraram a "...royal road to a knowledge of the unconscious activities of the mind”. Não sei se isso será bom ou mau. Eu cá continuo a sonhar, à procura de uma seixito filosofal que me permita menos apuros salariais. Até agora pouco me tem saído na rifa. Mas algumas visões são bonitas. Uma delas foi a que tive a sonhar-me sentado no cinetocóro de um cromossoma em metafase, olhando milhares de microtubulos a convergir lá longe, num dos pólos do fuso mitótico.







Espero Que Sonhem Bastante,
um abraço a todos
Lauro J. Dalcin

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRACIONAMENTO DE MISTURAS

Misturas:
É todo o material constituído por duas ou mais substâncias puras. Estas são chamadas de componentes da mistura. A mistura pode ter uma ou mais fases, quando apresenta uma só fase é chamada homogênea, quando apresenta duas ou mais fases é chamada de heterogênea.
Misturas Homogêneas:
Misturas Homogêneas são aquelas que tem o mesmo aspecto em todos os seus pontos, isto é, são homogêneas, do ponto de vista visual, mesmo que observada com microscópio muitos potentes.
Misturas Heterogêneas:
Mistura de duas ou mais espécie químicas diferentes que não apresenta as mesmas propriedades em toda a sua extensão. Toda mistura heterogênea é um sistema polifásico.
Separação de Misturas:
É raro encontrarmos substâncias puras na natureza. Facilmente encontramos substâncias impuras, que são misturas de uma substância principal e outra que constituem a sua impureza, são processos de purificação das substâncias, são os processos de separação dos componentes das misturas. São chamados de análise ime…

Poluição do Ar e da Água

Poluição do ar
Fontes de poluição, efeito estufa, chuva ácida, combustíveis fósseis, conseqüências da poluição,
combustíveis não poluentes, poluição ambiental e poluição atmosférica

Indústrias: poluentes despejados no ar ( poluição industrial )
Introdução  A partir de meados do século XVIII, com a Revolução Industrial, aumentou muito a poluição do ar. A queima do carvão mineral despejava na atmosfera das cidades industriais européias, toneladas de poluentes. A partir deste momento, o ser humano teve que conviver com o ar poluído e com todas os prejuízos advindos deste "progresso". Atualmente, quase todas as grandes cidades do mundo sofrem os efeitos daninhos da poluição do ar. Cidades como São Paulo, Tóquio, Nova Iorque e Cidade do México estão na lista das mais poluídas do mundo. Geração da poluição  A poluição gerada nas cidades de hoje são resultado, principalmente, da queima de combustíveis fósseis como, por exemplo, carvão mineral e derivados do petróleo ( gasolina e diese…

Principios de Química Orgânica

Química Orgânica: é a parte da química que estuda os compostos do carbono "C".



História da Química Orgânica:
*Os antigos conheciam alguns processos da química orgânica tais como:
- A fermentação da uva e obtenção do vinho.
- A fabricação de vidros coloridos.
- Tinjimento de tecidos com extratos vegetais.
*A química como ciência teve inicio nos fins do século XVIII e inicio do século XIX. Com as leis ponderais (Lavoisier; Proust; Richiter; Dalton). Scheele, nesta época extraiu vários compostos orgânicos (contém carbono) dos organismos vivos (animais e vegetais), entre os quais: a) Obtenção do glicerol das gorduras, b) Ácido úrico dos cálculos renais , c) O ácido tartárico da uva.
*Verificou-se também que era impossível sintetizar um composto orgânico em laboratório (in vitro) isto é, fora dos organismos vivos.
*Bergman(1771) dividiu a química em duas grandes partes:
- Química Orgânica: parte da química que estudava os compostos extraídos dos seres vivos(animais e vegeta…