Pular para o conteúdo principal

Interessante



Presos,
os grandes esquecidos da luta contra a Aids

A proliferação do vírus causador da Aids (HIV) nas prisões é subestimada,
denunciaram em Toronto (Canadá) encarregados da luta contra esta doença, que
pediram uma reação das autoridades públicas do mundo inteiro. "Depois de mais de
20 anos de pandemia, a resposta nas prisões ainda está pendente", denunciou o
pesquisador zambiano Alick Nyirenda, durante a 16ª Conferência Internacional
sobre Aids, que se celebra nesta cidade canadense. As prisões se tornaram
verdadeiras "incubadoras" do HIV e da Aids, devido a relações sexuais sem
proteção, a tatuagens feitas em condições de higiene duvidosas e ao consumo de
drogas injetáveis com seringas usadas, acrescentou. A superpopulação carcerária,
a sobrecarga que compromete o atendimento médico e o tabu da homossexualidade em
alguns países favoreceram a propagação do vírus em centros de reclusão. Annie De
Groot, especialista em doenças infecciosas em prisões da universidade americana
Brown, disse que a situação dos prisioneiros é muito poucas vezes mencionada nos
fóruns sobre Aids, apesar de merecerem os mesmos tratamentos que os outros
doentes. O diretor da Fundação Irlandesa para as Reformas Penais, Rick Ones,
considerou por sua vez que a prevenção da Aids nas prisões deveria ser
considerada um direito humano. Os Estados têm a obrigação de proteger a saúde
das populações carcerárias, disse. Nos países onde o homossexualismo é
considerado crime, os debates sobre as relações sexuais protegidas são difíceis,
lamentou Nyirenda. "É preciso lidar com estas questões difíceis", acrescentou.
Nas prisões canadenses há 1.729 casos de Aids conhecidos, segundo um estudo de
fevereiro de 2006, mas presume-se que o número seja muito menor, pois muitos
presos temem informar sua condição de soropositivos, explicou Connor McCollum,
da Rede de Ação de Apoio a Presos com HIV/Aids. O Canadá fornece preservativos e
lubrificantes para sua população carcerária desde 1992, mas em um ambiente de
violência em que a Aids ainda é considerada uma doença de homossexuais, muitos
presos evitam pedir ajuda para não serem apontados como gays. A Ucrânia se
tornou o epicentro da epidemia de Aids na Europa, devido especialmente ao
consumo de drogas com seringas infectadas. Um estudo apresentado na conferência
de Toronto encontrou taxas de Aids de 16% a 91,5% em sete prisões ucranianas.
Segundo o Programa das Nações Unidas contra o HIV/Aids (OnuAids), calcula-se em
600.000 o número de usuários de drogas injetáveis na ex-República Soviética, a
maioria jovens. O primeiro programa de distribuição de seringas descartáveis foi
implementado na Suíça em 1992. Atualmente, 50 programas deste tipo funcionam em
oito países. Nestes não foram registrados novos casos de HIV e se constatou uma
redução nas overdoses de heroína. No entanto, Morag McDonald, editora do jornal
International Prisoner Health, lamentou a falta de iniciativas. "Falta vontade
política para implementar programas de distribuição de seringas gratuitas e
oferecer serviços sanitários", garantiu.

AFP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRACIONAMENTO DE MISTURAS

Misturas:
É todo o material constituído por duas ou mais substâncias puras. Estas são chamadas de componentes da mistura. A mistura pode ter uma ou mais fases, quando apresenta uma só fase é chamada homogênea, quando apresenta duas ou mais fases é chamada de heterogênea.
Misturas Homogêneas:
Misturas Homogêneas são aquelas que tem o mesmo aspecto em todos os seus pontos, isto é, são homogêneas, do ponto de vista visual, mesmo que observada com microscópio muitos potentes.
Misturas Heterogêneas:
Mistura de duas ou mais espécie químicas diferentes que não apresenta as mesmas propriedades em toda a sua extensão. Toda mistura heterogênea é um sistema polifásico.
Separação de Misturas:
É raro encontrarmos substâncias puras na natureza. Facilmente encontramos substâncias impuras, que são misturas de uma substância principal e outra que constituem a sua impureza, são processos de purificação das substâncias, são os processos de separação dos componentes das misturas. São chamados de análise ime…

Poluição do Ar e da Água

Poluição do ar
Fontes de poluição, efeito estufa, chuva ácida, combustíveis fósseis, conseqüências da poluição,
combustíveis não poluentes, poluição ambiental e poluição atmosférica

Indústrias: poluentes despejados no ar ( poluição industrial )
Introdução  A partir de meados do século XVIII, com a Revolução Industrial, aumentou muito a poluição do ar. A queima do carvão mineral despejava na atmosfera das cidades industriais européias, toneladas de poluentes. A partir deste momento, o ser humano teve que conviver com o ar poluído e com todas os prejuízos advindos deste "progresso". Atualmente, quase todas as grandes cidades do mundo sofrem os efeitos daninhos da poluição do ar. Cidades como São Paulo, Tóquio, Nova Iorque e Cidade do México estão na lista das mais poluídas do mundo. Geração da poluição  A poluição gerada nas cidades de hoje são resultado, principalmente, da queima de combustíveis fósseis como, por exemplo, carvão mineral e derivados do petróleo ( gasolina e diese…

Principios de Química Orgânica

Química Orgânica: é a parte da química que estuda os compostos do carbono "C".



História da Química Orgânica:
*Os antigos conheciam alguns processos da química orgânica tais como:
- A fermentação da uva e obtenção do vinho.
- A fabricação de vidros coloridos.
- Tinjimento de tecidos com extratos vegetais.
*A química como ciência teve inicio nos fins do século XVIII e inicio do século XIX. Com as leis ponderais (Lavoisier; Proust; Richiter; Dalton). Scheele, nesta época extraiu vários compostos orgânicos (contém carbono) dos organismos vivos (animais e vegetais), entre os quais: a) Obtenção do glicerol das gorduras, b) Ácido úrico dos cálculos renais , c) O ácido tartárico da uva.
*Verificou-se também que era impossível sintetizar um composto orgânico em laboratório (in vitro) isto é, fora dos organismos vivos.
*Bergman(1771) dividiu a química em duas grandes partes:
- Química Orgânica: parte da química que estudava os compostos extraídos dos seres vivos(animais e vegeta…